maio 28, 2017

Sunday Love: Sonhos


Dias nublados como hoje me fazem pensar na vida, mas é aquela reflexão positiva, que a gente pensa nas coisas que nos fariam felizes e nas coisas que gostaríamos de realizar um dia. Eu sou naturalmente muito sonhadora, sempre fui e essa é uma das qualidades que eu mais tenho carinho em mim e nas outras pessoas.

Sonhar faz bem para a alma, acalenta e aquece o coração. O único cuidado que devemos tomar em relação aos sonhos é não pensar apenas neles e na felicidade que a realização deles trariam e negligenciar ou não sermos gratos pela vida que já temos. Os sonhos devem servir como inspiração e como um mola propulsora para o futuro e não um meio de ficarmos tristes e desanimados por ainda não sermos ou termos o que desejamos.

Eu gosto muito de imaginar as coisas que eu gostaria de fazer um dia, costuma me animar bastante em relação ao futuro. Algumas coisas são relativamente fáceis de conseguir, outras são mais complexas e vão exigir mais tempo e recursos, mas nem por isso deixo de pensar nelas. A lei da atração diz que quanto mais pensamos e acreditamos em algo, a tendência é que o universo conspire a nosso favor, não é mesmo?

A primeira coisa na qual eu penso quando estou imersa em meus sonhos é na minha casa no campo. Imagino uma casa térrea numa cidade pequena, com decoração rústica, cortinas de renda e almofadas de tricô, uma cozinha cheia de armários para acomodar gentilmente muitas porcelanas bonitas que eu usaria para servir comidas deliciosas para a minha família e convidados, na área externa imagino um forno e fogão à lenha onde eu assaria pães, biscoitos e tortas. Também teria um vasto jardim com muitas lavandas e margaridas e eu também teria uma horta, onde plantaria verduras e legumes para o consumo da minha família e não seria mal ter um pé de atemoia e maçã. Também gostaria de ver minhas gatas correndo livremente no quintal com a Alice e também imagino um balanço e uma casinha de madeira para ela, talvez até mesmo uma casa na árvore. Imagino minha casa muito aconchegante, bem decorada e iluminada, ela também teria aroma de lavanda e muitas plantas. Meu tumblr é recheado de referências sobre minha casa e estilo de vida dos sonhos, vocês podem acompanhar aqui.

Também me imagino vivendo em contato íntimo com a natureza, passeando em bosques e florestas, procurando cogumelos, sementes e todos os tesouros que a natureza oferece junto com a Alice. Também imagino ela, papai urso e eu fazendo piqueniques com uma toalha xadrez vermelha e uma cesta grande com um laço, nós alimentaríamos os passarinhos e outros moradores locais com alimentos adequados para eles e eu ensinaria a Alice como toda forma de vida é importante.

Anseio ardentemente por poder comemorar a chegada das estações adequadamente, decorando a minha casa, a varanda e fazendo comidas e bebidas especiais enquanto refletimos sobre a importância daquela data em família. Também imagino nossa comemoração de Halloween, esculpindo abóboras, decorando a casa e se possível, pedindo doces na vizinhança.

Outra ideia que não sai dos meus sonhos é nosso retorno à Escócia, agora com nossa pequena fada Alice. Desejo não só voltar à Edimburgo, mas também quero conhecer outros lugares que não foram possíveis na última vez, como Glasgow e as Highlands. Nisso inclui nossa ida ao Reino Unido de forma geral, onde iremos ver o Stonehenge. Também consigo nos imaginar voltando à Irlanda, onde levarei a Alice para conhecer as árvores das fadas e toda essa cultura linda tão querida por nossa família. Também quero fazer um mochilão pela Escandinávia e visitar toda e qualquer coisa relacionada aos vikings.

Ainda em termos de viagem, me imagino indo até Viena visitar o túmulo do Beethoven, meu grande amor e ídolo da vida e chorando o volume do Rio Nilo.

Nossa, são tantos sonhos! Acho que vou dividir esse post em algumas partes, pois esse já está pra lá de grande! Gostei desse exercício de colocar meus desejos em palavras, lendo assim parecem coisas completamente possíveis. Talvez seja porque elas realmente sejam!

Nunca deixem de sonhar e nem de acreditar que seus sonhos são possíveis. Há coisas que levam mais tempo que outras, mas com amor, dedicação e perseverança, tudo pode acontecer. Não desistam!

Mas agora eu gostaria de saber, quais são seus maiores sonhos?

Até a próxima!

3 comentários :

  1. Céus, Pri! Me identifico muito com esse tipo de sonho. Principalmente poder observar e celebrar as estações com um pouco mais de encanto e perto da natureza. Tenho certeza que esse dia chegará pra gente, sei que temos a capacidade de correr atrás e conseguir.

    Ainda vou te convidar para comer bolo em uma casa semelhante. Poderemos trocar receitas e conversar sobre jardinagem e arte.

    Luz e carinho. ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá Pri,
    Seu post fez muito bem pra mim, eu admito que não havia pensado desse jeito quanto aos meus sonhos, e você tem toda a razão, vou ficar inspirada com os meus sonhos e não ficar decepciona por eles não terem se realizado ainda.

    Sonhamos coisas tão iguais. Como por exemplo, quero assim como você passar a comemorar as estações, cozinhando uma receita especial, talvez uma torta?

    Enfim, esse player aqui do seu blog é a melhor coisa, diferente de você, meu grande amor é o Tchaikovsky, e eu amei você ter adicionado ele a playlist <3

    Abraços,
    pile of roses

    ResponderExcluir
  3. Pri, vi-me em seu texto e sei que, sem sonhos, não há vida. Sei também da força do nosso intento, então sonhemos mesmo, fada querida, e intentemos com a força dos nossos corações: o Universo sempre responde de volta.
    Que a pequena Alice possa conhecer esses lugares tão belos visitados por ti.
    Abraços perfumados,
    Raissa.

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar ♥